Notícias
HOME »

Persistência de Hildo Rocha assegura aprovação de proposta em benefício de comunidades quilombolas e indígenas

06 de setembro

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou projeto relatado pelo deputado Hildo Rocha que assegura mais recursos da educação básica para comunidades quilombolas e indígenas do país. “Houve muita resistência por parte de alguns deputados e deputadas. Mas, depois de três tentativas conseguimos aprovar o projeto”, destacou Hildo Rocha.

 

O parlamentar destacou que a aprovação no âmbito da CFT é um passo significativo para a aprovação no plenário da Câmara. “Agora o projeto está redondo, pronto para análises nas demais comissões. A proposta ainda será apreciada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois seguirá para votação no plenário”, explicou Rocha.

 

A proposta original é da ex-deputada Janet Pietá parlamentar que exerceu dois mandatos mas não foi reeleita em 2014. De acordo com Hildo Rocha, trata-se de um projeto excelente porque beneficiará comunidades que historicamente são menos assistidas pelo poder público. “O Maranhão possui grande quantidade de povos indígenas e comunidades quilombolas. A aprovação do nosso relatório é motivo de alegria pois caso venha a se tornar lei milhares de estudantes indígenas e oriundos de comunidades quilombolas serão beneficiados”, enfatizou Hildo Rocha.

Hildo Rocha participa de inaugurações em Buriticupu e anuncia obras de saneamento para a zona rural do município

05 de setembro

Quadra Poliesportiva Juscelino Kubitschek; USF da Portelinha; Escola Municipal Jean Piaget; início da perfuração do Poço Artesiano do povoado Triângulo de Prata e entrega do Prêmio Dr. Pinotti. Num só dia, o deputado federal Hildo Rocha participou de cinco ações que significam conquistas relevantes para a população de Buriticupu.

O parlamentar destacou que além da perfuração do poço, já iniciada, no povoado Triângulo de Prata, a comunidade de Brejo Velho também será beneficiada por meio de ações da Codevasf, no âmbito do Programa Água Para Todos. “Nós viabilizamos recursos orçamentários e financeiros na ordem de R$ 10 milhões, para dar continuidade a esse programa, no Maranhão. O município de Buriticupu vai ser beneficiado com dois sistemas de abastecimento de água”, destacou Hildo Rocha.

Moradores do povoado Triângulo de Prata comemoram o início da perfuração do poço. Obra encerra demanda antiga.

Maternidade modelo

Prêmio Dr. Pinotti: A maternidade de Buriticupu foi indicada pelo deputado Hildo Rocha e obteve o reconhecimento da comissão que organiza a premiação.

O deputado participou ainda da entrega do Prêmio Dr. Pinotti ao Centro de Partos Normais Maria de Nazaré Rodrigues. A premiação é concedida pela Câmara dos Deputados a entidades a entidades governamentais e/ou não governamentais cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque pela promoção do acesso e pela qualificação dos serviços de saúde da mulher. A maternidade de Buriticupu foi indicada pelo deputado Hildo Rocha e obteve o reconhecimento da comissão que organiza a premiação. “Buriticupu foi o primeiro e único município maranhense a inaugurar uma maternidade da Rede Cegonha. A instituição já realizou mais de mil e quinhentos partos. Em reconhecimento aos bons serviços prestados foi agraciada com o Prêmio Dr. Pinotti uma conquista que orgulha o Maranhão”, enfatizou Hildo Rocha.

 

Gratidão

Quadra Poliesportiva Juscelino Kubitscheck: Mais uma conquista da administração Zé Gomes com o apoio do deputado Hildo Rocha.

Novamente, a gratidão da população buriticupuense, ao deputado Hildo Rocha, foi simbolizada pelo agradecimento do prefeito Zé Gomes. “A gente fica feliz em poder entregar obras importantes para a população do nosso município. Além das obras que foram entregues, também destaco o início da perfuração do poço que irá beneficiar moradores do povoado Triângulo de Prata que há 20 anos esperam por esse momento. A gente só tem a agradecer ao deputado Hildo Rocha a maneira que ele tem nos ajudado a cuidar da nossa cidade trazendo recursos, nos apoiando para que possamos realmente dar as respostas que a população tanto precisa, principalmente nesse momento de crise que passa o nosso país”, declarou Zé Gomes.

Ações de Hildo Rocha geram benefícios para São João do Paraíso e Buritirana

04 de setembro

Neste final de semana o deputado federal Hildo Rocha visitou Estreito, Amarante, Porto Franco, Imperatriz, Buritirana e São João do Paraíso, na região Tocantina onde entregou equipamentos hospitalares e veículos; assinou ordem de serviços e participou de reuniões com prefeitos e lideranças da região.

Veículo e equipamentos hospitalares

No município de São João do Paraísos profissionais das equipes de Saúde da Família (PSF) que trabalham na zona rural receberam uma confortável camionete (Mitsubishi Triton) que foi adquirida pela prefeitura municipal, fruto de emenda parlamentar do deputado Hildo Rocha. Além do veículo, também foram adquiridos equipamentos para o posto de saúde do povoado Vão do Marco. A unidade de atendimento estava pronta, porém faltavam os equipamentos e material hospitalar necessário para seu pleno funcionamento.

Hildo Rocha destacou a atitude do prefeito Beto Regis (PCdoB) que mesmo não sendo seu aliado político fez questão da presença do parlamentar para fazer a entrega do veículo e dos equipamentos. “O prefeito Beto Régis age corretamente ao concluir os projetos iniciados pelo ex-prefeito Zé Aldo, que me apoiou nas eleições passada e que viabilizou as emendas. É uma atitude nobre do prefeito reconhecer que a emenda é de minha autoria. O prefeito Beto e o ex-prefeito Zé Aldo demostraram, nesse episódio, que estão interessados na melhoria da qualidade de vida dos moradores de São João do Paraíso”, declarou o parlamentar.

A entrega aconteceu quinta-feira (31), em solenidade da qual participaram, além do deputado Hildo Rocha, o prefeito Beto Régis; o ex- prefeito Zé Aldo; o prefeito de Porto Franco Dr. Nélson Horácio; o empresário Ribinha Cunha (representando o deputado estadual Léo Cunha), o secretário municipal de saúde, Domingos Caju e demais secretários municipais; profissionais de saúde do município; e os vereadores de São João do Paraíso irmão Valdemar (presidente da Câmara); Chiquinho da Banda; Raul Ferreira; Abimael do Povo; Edvaldo Socorrão; Eva Viana; Alzirene Pereira; Vonis Aguiar e João Paulo e de Porto Franco: Gideon Gonçalves (presidente da Câmara); Edidácio Oliveira e Elias Pastinha.

Entre os equipamentos estão Mesa Ginecológica; central de climatização; TV LED 40”; bisturi elétrico; biombo; carrinho hospitalar; armário vitrine; arquivos; mesa para escritório; selador; aferidor de pressão arterial; otoscópio; ventilador de teto, dentre outros.

Buritirana

Em Buritirana, ao lado do prefeito Vagtônio Brandão e o do superintendente da Codevasf no Maranhão, Jones Braga, o deputado assinou ordem de serviço para construção de sistemas de abastecimentos de água nos povoados de Cajá Branca e Vila Belém.

Os dois empreendimentos foram contemplados pelo governo federal em parceria com a Prefeitura de Buritirana graças ao empenho do deputado Hildo Rocha que conseguiu viabilizar os recursos na ordem de R$ 600.000. O parlamentar também conseguiu tanques de resfriamento de leite e equipamentos de irrigação para produtores rurais do município, por meio de emenda alocada na Codevasf.

Participaram do evento o vice-prefeito James Alves e os vereadores Laene (Presidente da Câmara), Jerry, Solimar, Valmir, Joaquim e Zezim.

Hildo Rocha afirma que continuará lutando pela inclusão de moradores da zona rural no Programa Cheque Reforma

01 de setembro

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) voltou a criticar a manutenção de vetos presidenciais que foram apreciados pelo congresso, esta semana. Rocha lamentou a sustentação do veto à emenda de sua autoria que estende os benefícios do Programa Cheque Reforma para moradores da zona rural.

“Os deputados derrubaram, mas, os senadores não se fizeram presentes para contribuir na derrubada da cláusula. Não posso concordar porque a efetivação do veto presidencial prejudica principalmente famílias de baixa renda. No Maranhão o maior déficit habitacional é na zona rural. A manutenção do veto impedirá que milhares de famílias tenham acesso aos benefícios do programa. O veto não significa a extinção do projeto pois continuarei lutando até que a proposta seja concretizada”, afirmou Hildo Rocha.

Meta Fiscal

O deputado, que é membro da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, defendeu a proposta que altera a meta fiscal. “Trata-se de uma necessidade, é uma imposição da realidade”, justificou.

De acordo com o parlamentar, a situação é consequência da drasticamente diminuição da arrecadação tributária. “Além disso, tivemos uma frustração na arrecadação de recursos oriundos da repatriação. Esperávamos que este ano a arrecadação seria equivalentes ao que foi recolhido em 2016, mas, foi de apenas 15% do previsto”, explicou o parlamentar.

Indefinição

De acordo com Hildo Rocha, enquanto o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) não for aprovado, os empresários, que querem fazer o parcelamento das dívidas ficaram em compasso de espera. Rocha enfatizou que essa indefinição também contribuiu para a frustração da expectativa de arrecadação tributária. “Nós estamos mudando a meta fiscal para atender as necessidades dos órgãos públicos. Sem isso o governo não terá condições de honrar compromissos como, compra de vacinas; pagamento de laboratórios que fazem exames para a rede pública; pagamento de cirurgias e atendimentos do SAMU, entre outras despesas. Diferente do que dizem por aí, a alteração não implica em jogar dinheiro fora. Não é assim”, argumentou o parlamentar.

Hildo Rocha critica derrubada de veto ao artigo que obrigaria o governo a fazer auditorias das dívidas públicas

31 de agosto

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) manifestou descontentamento quanto à derrubada do veto presidencial à cláusula que obrigaria as três instâncias do poder executivo (federal, estaduais e municipais) a fazerem, periodicamente, auditorias das dívidas públicas. “É inacreditável que a maior despesa da União seja com juros de dívidas. O governo gasta mais com juros do que com o déficit da previdência. Isso é inadmissível”, protestou Rocha.

Projeto de lei

Não é a primeira vez que Hildo Rocha defende o aprimoramento dos mecanismos de transparência com gastos do poder público. O parlamentar é autor do Projeto de Lei 6.817/2017 que estabelece a obrigatoriedade de análises periódicas das dívidas. “Infelizmente não conseguimos derrubar o veto, não obtivemos êxito, mas nosso projeto está tramitando. Além disso, em breve, vamos fazer audiência pública, na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), para tratar sobre auditorias das dívidas públicas do nosso país”, destacou o deputado.

Jovem Aprendiz

Rocha comemorou a derrubada do veto que trata sobre o programa Jovem Aprendiz. “Conseguimos derrubar o veto presidencial e o programa não sofrerá alterações. Entendo que nós temos que criar oportunidades para que os jovens possam aprender uma profissão, assim como fez a governadora Roseana Sarney que criou o belíssimo programa Meu Primeiro Emprego iniciativa que deu a milhares de jovens a oportunidade de adquirir experiência e, consequentemente, entrarem para o mercado de trabalho”, destacou Hildo Rocha.

 

Assista ao vídeo

Deputados e especialistas em finanças públicas apontam alternativas para tirar municípios da crise

30 de agosto

De acordo com estudo da Federação das indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), 86% dos municípios brasileiros apresentam situação financeira difícil ou crítica. Por que os municípios chegaram ao fundo do poço? As consequências? Como resolver a crise financeira? Com o objetivo de obter respostas, o Programa Expressão Nacional, da TV Câmara, ouviu deputados e especialistas em finanças públicas.

O debate teve a participação dos deputados federais, Hildo Rocha (PMDB-MA) e Pedro Uczai (PT/SC); da economista e especialista em responsabilidade fiscal, Selene Nunes e do secretário-executivo da Frente Nacional dos Prefeitos, Gilberto Perre.

Ações emergenciais

Rocha destacou que o dinheiro da repatriação, que foi creditado nas contas das prefeituras, em janeiro de 2017, foi a tábua de salvação para 714 prefeituras que deixaram restos a pagar sem que houvesse garantia de recursos para honrar os compromissos. “Os gestores enquadrados nessa situação sabem que desrespeitaram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e estão passíveis de punições”, declarou.

Nova lei do ISS

De acordo com Hildo Rocha, a aprovação da nova lei do ISS. “Conseguimos aprovar uma emenda de plenário que permitirá aos municípios participarem do rateio da arrecadação do ISS proveniente de operações com cartões de crédito. “Antes pouco mais de 30 municípios ficavam com aproximadamente R$ 6 bilhões. Nós conseguimos alterar essa distorção” observou.

A solução definitiva

Segundo o deputado Hildo Rocha, sem a reforma tributária o problema continuará afetando a maioria dos municípios, especialmente os menores. “A situação chegou ao ponto crítico porque o sistema tributário brasileiro está completamente ultrapassado. Vejamos, por exemplo, a questão do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados). Há quatro anos, esse tributo respondia por 25% da composição do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Hoje é de apenas 11%. Ou seja, a arrecadação vem caindo na linha inversa das despesas que aumentam a cada dia”, argumentou o parlamentar.

Rocha enfatizou que mesmo com a recuperação da economia nacional a crise dos municípios continuará existindo. “Pensar que melhorando a economia a arrecadação irá aumentar é ilusão. Sem reforma tributária a situação dos municípios não mudará”, assegurou o deputado.

Responsabilidade fiscal

De acordo com Hildo Rocha, embora a nova lei do ISS possibilite considerável reforço de caixa os recursos que serão gerados são insuficientes para resolver todas as dificuldades financeiras dos governos municipais. “É indispensável que haja planejamento; irrestrito cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal; corte de despesas e aumento da arrecadação. Sem essas quatro condições, mais da metade dos municípios brasileiros em breve estarão em situação de penúria”, alertou o parlamentar.

Bom exemplo

O programa mostrou depoimento do prefeito Gustavo Martins Piccolo, de Gavião Peixoto, município que figura entre os poucos que conseguiram índices de excelência de acordo com o índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), metodologia que avalia o equilíbrio financeiro e o cumprimento da LRF.

No município está instalada a fábrica da Embraer, mas, por conta de programas de incentivos fiscais, até o final do ano passado não recebia tributos gerados pela empresa. O prefeito disse que para superar a crise cortou despesas; extinguiu cargos comissionados e não gasta nada com publicidade, exceto as publicações legais obrigatórias. A estrutura administrativa é composta por 12 secretarias sendo que apenas três estão ocupadas. O prefeito responde por seis secretarias, incluindo a de educação, que é a maior.

“Esse é um exemplo a ser seguido. Se não houver planejamento; controle de gastos; e racionalização dos investimentos não há dinheiro que seja suficiente para atender a todas as necessidades da administração pública municipal”, argumentou Hildo Rocha.

Para conhecer a situação financeira do seu município acesse o site da Firjan

Hildo Rocha e empresários debatem potencialidades da indústria coureira do município de Governador Edison Lobão

29 de agosto

Em visita ao município de Governador Edison Lobão, os deputados Hildo Rocha (federal) e Léo Cunha (estadual) visitaram indústrias do polo coureiro e debateram, com empresários do setor, as potencialidades e a realidade do ramo. Boa parte da produção da indústria coureira do município é exportada para estados brasileiros e países do Mercosul.

“Graças à capacidade empreendedora dos empresários do setor, a indústria coureira instalada no município é responsável pela geração de aproximadamente 1.130 empregos e gera renda para o município. Vamos estudar fórmulas de contribuir para melhorar ainda mais o desempenho da atividade, pois muitas vezes determinados ramos de atuação empresarial ficam engessados por legislações ultrapassadas e exigências desnecessárias”, observou Rocha.

Programa Mais Impostos

Rocha criticou a ação do governador Flávio Dino que, no momento de crise econômica, aumentou impostos causando mais dificuldades para a economia maranhense. “Não podemos admitir que o Estado atue como entrave do empreendedorismo. Cabe ao estado normatizar, criar regras para disciplinar e fiscalizar o cumprimento da legislação, mas de forma que isso não implique em excesso de normas, encargos e outras questões que em vez de criar oportunidades dificultam o surgimento e o crescimento de empresas”, comentou o parlamentar.

Lógica míope

O deputado ressaltou que a lógica do governador Flávio Dino é míope no que se refere ao empreendedorismo. “Além de ter criado o Programa Mais Impostos, Flávio Dino nada fez para estimular o empreendedorismo. Em vez de atrair investimentos afugentou centenas de empresas. O resultado tem sido trágico para os trabalhadores e para a sociedade. Enquanto a economia nacional dá sinais de recuperação o Maranhão afunda”, destacou Hildo Rocha.

Exportação

Rocha e Cunha visitaram as instalações dos Curtumes Santa Maria e Tocantins. Os parlamentares estiveram ainda na indústria Upper Dog e conheceram as instalações onde são produzidos diversos produtos na linha pet. Rocha disse que já está trabalhando junto ao Ministério da Agricultura com o objetivo de conseguir a autorização para que a empresa também possa exportar.

“Os produtos da Upper Dog são muito bons; a empresa pratica preços justos e tem demanda no exterior. A partir do momento em que a empresa começar a exportar haverá necessidade de expansão da produção. A previsão é de que 150 novos empregos serão gerados”, ressaltou Hildo Rocha.

Demandas de comunidades de Barra do Corda e Jenipapo são debatidas com a presença do deputado Hildo Rocha

28 de agosto

O deputado federal Hildo Rocha voltou a se reunir com lideranças indígenas para debater acerca da situação e avaliação das ações viabilizadas por meio de ações do parlamentar em benefício de moradores das aldeias localizadas nos municípios de Jenipapo dos Vieiras; Grajaú; Itaipava do Grajaú e Barra do Corda.

O encontro aconteceu neste fim de semana, na Aldeia El Betel. Participaram do evento a vice-prefeita, Clerismar Fernandes, que no ato representou o prefeito, Moisés Ventura; o Secretário Nacional de Saúde Indígena (Sesai), Marcos Toccolini; o coordenador estadual do órgão, Alexandre Cantuária; e caciques de diversas aldeias. Também participaram do encontro o empresário e líder político Aristides Milhomem; sua esposa, a assistente social Jaine Milhomem e vereadores.

Recursos assegurados

Após ouvir relatos sobre carências, dificuldades e demandas dos indígenas, o Hildo Rocha fez um breve relato das ações que tem realizado com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população indígena da região.

“Temos consciência dos problemas, das dificuldades e carências. Por isso, estamos fazendo a nossa parte. Conseguimos recursos para a reforma do posto de saúde indígena localizado no município de Jenipapo dos Vieiras. Também consegui recursos no valor de R$ 4 milhões que serão aplicados em obras de abastecimento de água que beneficiará moradores de 22 aldeias”, destacou Hildo Rocha.

Abandono

Rocha ressaltou que grande parte dos problemas vivenciados pelos índios deve-se à falta de atenção por parte do governo estadual que não cumpre com os deveres estabelecidos por lei. “O estado não consegue a regulação da saúde. Isso tem gerado grande descontentamento por parte dos índios porque quando eles precisam de atendimentos em algum hospital especializado não são atendidos por falta da regulação que o governo estadual não vem fazendo”, lamentou o parlamentar.

Rocha citou ainda a falta de atendimento aos estudantes indígenas. “Estão completamente desassistidos. Falta transporte, escolar, faltam professores, não tem merenda nem profissionais para preparar a alimentação escolar. O governo federal repassa regularmente os recursos para custear as despesas escolares dos estudantes dessas aldeias. Mas ninguém sabe o que o governador faz com o dinheiro”, enfatizou Hildo Rocha.

Ipiranga

O parlamentar participou de encontro com moradores do povoado Ipiranga, comunidade localizada no município de Barra do Corda. “Atendendo a convite da Nega do Ipiranga, líder da comunidade, visitei o precário sistema de abastecimento de água que serve mais de 3.500 moradores do distrito. Fiquei preocupado com a qualidade da água que é servida na localidade, pois não existe estação de tratamento e o rio que abastece o povoado recebe descargas sanitárias e outros poluentes vindos de cidades localizadas próximas. Isso explica o grande histórico de doenças transmitidas pela água e a elevada taxa de verminose que afeta principalmente as crianças”, disse o deputado.

Hildo Rocha disse que irá trabalhar com a finalidade de ajudar no atendimento da demanda. “Vou verificar no Ministério das Cidades e também junto à Funasa qual dessas duas instituições tem condições de construir uma estação, um reservatório e a substituição da adutora que já está danificada pela ação do tempo”, destacou.

Cavalgada

Ainda em Barra do Corda, Hildo Rocha prestigiou a grande cavalgada que aconteceu no povoado Clemente. “Não poderia deixar de atender ao carinhoso convite que recebi para participar desse maravilhoso evento. Fiquei feliz com a forma como fui recebido. Só me resta agradecer e também parabenizar os organizadores pelo sucesso da festa”, disse Hildo Rocha.

Reforma política: Hildo Rocha propõe a extinção de doações ocultas e defende adoção de regras para a pré-campanha

25 de agosto

Hildo Rocha defende redução de custos e extinção das doações ocultas

Membro da Comissão encarregada de apresentar propostas para reforma política, o deputado federal Hildo Rocha vem se destacando como um dos parlamentares mais atuantes e firmes na defesa de teses fundamentais para o aprimoramento do processo eleitoral brasileiro.

Além de ter contribuído para a aprovação da proposta que institui o “distritão” e ter votado a favor do fim das coligações partidárias, Rocha é ardoroso defensor da redução de custos de campanhas e tem lutado pelo fim das doações ocultas.

De acordo com o parlamentar, o prolongado período da pré-campanha e a falta de regras claras acerca dessa questão são fatores que contribuem para aumentar os custos. “Nós temos quase um ano de pré-campanha. As regras acerca dessa etapa são praticamente inexistentes isso leva alguns candidatos a cometer exageros e tirar vantagens sobre seus concorrentes”, argumentou Rocha.

Doações ocultas

O parlamentar manifestou-se contra doações ocultas. “É uma prática previsto na legislação que está em vigor. Porém, entendo que devemos extinguir esse artifício. As doações devem ser feitas às claras. Os eleitores tem o direito de saber quem são os doadores, os beneficiários e o valor doado. Tudo de forma transparente, com os nomes dos doadores e os respectivos CPF divulgados nas prestações disponibilizadas na internet”, defendeu o deputado.

Gerenciamento de recursos financeiros

Sobre a questão do gerenciamento dos recursos de campanha, Hildo Rocha recomendou que os fundos partidários sejam administrados pelos diretórios nacionais dos partidos. assumam a responsabilidade. “Isso não quer dizer que a decisão fique concentrada nas mãos dos presidentes das agremiações. Entendo que a a distribuição dos recursos, quer sejam provenientes do Fundo Partidário ou do Fundo de Fortalecimento da Democracia, deve ser feita pelas direções nacionais dos partidos”, destacou o parlamentar.

Distritão

O deputado apresentou ainda sugestões para o aprimoramento da tese do voto majoritário, que ganhou o apelido de “distritão”. “O suplente deve ser aquele não eleito mais votado, ou seja, em São Paulo, por exemplo, os setenta mais votados, logicamente, serão diplomados e assumirão os mandatos. Aquele que ficou na vaga 71 será o primeiro suplente dos setenta; o septuagésimo segundo será o segundo, assim por diante. Essa é a nossa proposta”, declarou Hildo Rocha.

https://youtu.be/Agrt51BOBes

 

Hildo Rocha viabiliza recursos para asfaltamento de ruas em Campestre do Maranhão

24 de agosto

Na recente visita ao município de Campestre, o deputado federal Hildo Rocha anunciou a liberação de recursos para obras de pavimentação asfáltica da Rua Antonio de Aguiar, uma das vias mais longas e tradicionais da cidade. “Há muito tempo nós lutávamos pela consolidação desse convênio. Trata-se de um projeto antigo que só foi liberado graças ao empenho do prefeito Valmir e também ao nosso esforço junto ao governo federal. Estivemos diversas vezes nos ministérios em busca da liberação que finalmente foi confirmada”, informou Hildo Rocha.

O parlamentar explicou que o asfalto que foi colocado há anos praticamente desapareceu, foi desgastado pela ação do tempo. “O prefeito Valmir tem sido incansável está fazendo uma verdadeira revolução administrativa. Preocupado com o bem-estar da população e zeloso com a cidade, ele já está tomando as providências para concretizar mais um beneficio que junto com o deputado Léo Cunha conseguimos para o município de Campestre”, declarou Rocha.

“Valmir é um prefeito exemplar que sabe planejar as ações e busca sempre o melhor para a população de Campestre. Tenho orgulho de contribuir para o sucesso da sua administração”, frisou o deputado estadual Léo Cunha. “

“Desde o início do mandato nós lutávamos por esse projeto. Agora, graças ao deputado Hildo Rocha nós conseguimos a aprovação. Além do asfaltamento temos outros projetos que já estão empenhados aguardando apenas a liberação da ordem bancária do governo federal. Com a ajuda dos deputados Hildo Rocha e Léo cunha vamos seguindo em frente tocando obras”, enfatizou o prefeito Valmir Moraes.

Página 2 de 8012345...102030...Última »
Categorias
CONECTE-SE
CADASTRE-SE

Cadastre-se e receba novidades do Hildo Rocha!

CONTATO

captcha