Notícias
HOME »

Câmara aprova relatório de Hildo Rocha sobre projeto que obriga instalação de bloqueador de celular em presídios

08 de novembro

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o Projeto de Lei 3019/15, que obriga as operadoras de celular a instalarem bloqueadores de sinal em estabelecimentos penais. O relator do projeto, deputado Hildo Rocha (PMDB/MA) disse que a medida visa impedir que presos utilizam a telefonia celular para planejar fugas e todo tipo de ação criminosa.

“Grande parte dos crimes são planejados e ordenados por presos que tem facilidade para se comunicarem com seus comparsas que estão fora dos presídios. Com a aprovação desse projeto essa situação irá mudar, os presos terão dificuldades de se comunicar. Assim, crimes como ataques ônibus, sequestros, explosão de agências bancárias e execução de policiais, entre outras ações, será dificultado”, destacou Hildo Rocha.

De acordo com o PL, de autoria do deputado Baleia Rossi (SP), as operadoras terão prazo de até 180 dias para realizarem a instalação dos bloqueadores. As empresas de telefonia que não adotarem a medida poderão ser punidas com multas que variam de R$ 50 mil até R$ 1 milhão por cada estabelecimento penal ou socioeducativo no qual o referido equipamento ou solução tecnológica não esteja em pleno funcionamento. O texto ainda precisa ser aprovado no Senado.

Pescadores e agricultores de Brejo recebem barco motorizado e trator adquiridos com emendas de Hildo Rocha

07 de novembro

O deputado federal Hildo Rocha entregou, neste fim de semana, um trator, para o Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar e um barco motorizado para a Associação Comunitária Quilombola de Saco das Almas, entidades sediadas no município de Brejo. Os equipamentos foram comprados com recursos federais oriundos de emenda do deputado Hildo Rocha.

Participaram do ato: o prefeito Zé Farias; o vice Gó (José Renato Araújo); os secretários municipais Adriano Barroso (Pesca); Ildenô Moraes (Agricultura); Júnior Moraes (Cultura) e Narcísio (Sinfra).

Também estavam presentes: Alcione Simões Araújo (presidente do Sintraf); Izalmir Santos (secretário de Administração Financeira do Sintraf); Rosete Costa Freire (presidente da Associação de Moradores do Povoado Estreito) e Chico Clemente (líder de comunidades quilombolas).

Hildo Rocha ressaltou agora o trabalho dos agricultores beneficiados ficará mais produtivo. “Agora, parte do trabalho será realizado com mais rapidez, maior eficiência. Com o barco motorizado os pescadores poderão se deslocar com mais segurança, maior rapidez e sem ter que fazer esforço remando canoas. Portanto, temos a felicidade de trazer esses dois equipamentos importantes para a melhoria da qualidade de vida de comunidades residentes na zona rural de Brejo”, destacou Hildo Rocha.

Reivindicações

Falando em nome de trabalhadores e trabalhadoras rurais do povoado Árvores Verdes, o líder quilombola Chico Clemente solicitou o apoio do deputado Hildo Rocha para viabilizar a aquisição de tanques de pesca; kits de irrigação e casas do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

“Vamos conseguir os kits. Chico Clemente já havia feito esse pedido e eu destinei recursos provenientes de emendas parlamentares para compra de kits de irrigação. Além disso, ano que o governo federal já assegurou recursos que serão aplicados em obras de infraestrutura em diversos municípios maranhenses. Assim, teremos condições de ajudar os moradores dos povoados com a construção de estradas vicinais”, declarou Hildo Rocha.

Em audiência com Michel Temer, Hildo Rocha recebe a garantia de conclusão da duplicação da BR-135

06 de novembro

A duplicação da BR-135 até a cidade de Bacabeira está assegurada, segundo afirmou o presidente Michel Temer durante audiência que ele concedeu ao deputado federal Hildo Rocha, na semana passada. “Tratamos sobre diversos assuntos, mas, o tema principal foi a duplicação da BR-135. Falei sobre a evolução da obra que agora está num ritmo muito bom. Isso nos leva a acreditar que a segunda pista estará toda pavimentada até o final do próximo mês”, destacou o deputado.

Duplicação até Miranda do Norte

Hildo Rocha pediu ao presidente Michel Temer que estabeleça como prioridade a continuação do projeto que prevê a duplicação da BR-135 até o município de Miranda do Norte. “A continuação do projeto é de grande importância para a economia do Maranhão. Todas as cidades localizadas ao longo da BR terão possibilidades de atrair empreendimentos, e assim gerar empregos. Além disso, vai melhorar o fluxo dos transportes de mercadorias para importação e exportação, diminuirá os custos, e dará mais segurança no transito”, disse Hildo Rocha.

Dificuldades superadas

De acordo com o parlamentar, o governo anterior não pagou as construtoras que foram obrigadas a paralisar a obra por um longo tempo. “O atraso no pagamento ocasionou lentidão. O problema só foi solucionado após a posse do atual presidente da República. A bancada federal também ajudou a solucionar o problema, pois destinamos R$ 160 milhões de reais em emendas impositivas para que houvesse dotação orçamentaria suficiente para concluir a obra até Bacabeira.  A outra parte da emenda está sendo usada para fazer boa parte dos dois trechos seguintes: Bacabeira/Entroncamento e Entroncamento/ Miranda do Norte” explicou Hildo Rocha.

Água Para Todos

O deputado destacou a liberação de recursos que irão beneficiar milhares de famílias com a implantação de sistemas de abastecimento de água e construção de pequenas barragens. “Agradeci ao presidente pela liberação de dez milhões de reais para o Programa Água Para Todos no Maranhão. O programa estava praticamente parado. Graças a essa ação, milhares de famílias estão tendo acesso aos benefícios previstos no programa”, destacou Hildo Rocha.

Programa fortalecido

O deputado disse que solicitou, e o presidente se comprometeu em liberar, mais dez milhões de reais logo no início do próximo ano. “Esses recursos irão contribuir para o fortalecimento do programa beneficiando assim milhares de famílias que passarão a ter direito a agua de qualidade e outros benefícios como construção de pequenas barragens que irão contribuir para melhorar a vida de produtores rurais familiares”, destacou o parlamentar.

 Conquistas importantes

Segundo Hildo Rocha o presidente Michel Temer tem sido bastante atencioso com o Maranhão. Para confirmar, o parlamentar elencou dez realizações importantes do governo federal no estado: conclusão da Ampliação do Aeroporto de São Luís; viabilização da duplicação da BR-135 até a cidade de Miranda do Norte; pavimentação de cem quilômetros da BR-226 entre Presidente Dutra e Timon; reativação do Programa Água Para Todos; continuação do investimento financeiro na nova adutora do Italuis; conclusão de dezenas de empreendimentos de habitações populares; restauração da BR-226 entre Presidente Dutra e Porto Franco; liberação de recursos orçamentários para a modernização e requalificação da Rua Grande (e adjacências) e das praças João Lisboa e Deodoro; implantação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica no Maranhão,   e reinicio das obras de duplicação da BR-010 na área urbana da cidade de Imperatriz.

Emendas parlamentares: deputado abre a “caixa preta” e mostra o que foi feito pela bancada federal

03 de novembro

Quantas emendas a bancada federal maranhense colocou no orçamento para 2018? Qual é o total de recursos previstos? Para onde irão esses recursos? Haverá diminuição de recursos? As respostas foram apresentadas pelo deputado federal Hildo Rocha em pronunciamento na tribuna da Câmara. “A bancada federal maranhense apresentou 16 emendas que totalizam R$ 1.197.494,991 (hum bilhão, cento e noventa e sete milhões, quatrocentos e noventa e quatro mil e novecentos e noventa e hum centavos). Desse total, foram destinados R$ 430 milhões para a saúde pública, em seis emendas de bancada”, explicou.

Rocha ressaltou que a proposta ainda será avaliada pelo relator geral e colocada em votação no âmbito da Comissão Mista do Orçamento. “Para garantir que pelo menos parte dos recursos previstos sejam obrigatoriamente assegurados recomendamos que R$ 160 milhões sejam garantidos por emendas impositivas. Cada bancada tem direito a duas emendas impositivas. Então, nós estabelecemos uma no valor de R$ 70 milhões, para a saúde pública e outra de R$ 90 milhões para promover o desenvolvimento do Maranhão, por meio da Codevasf”, explicou.

Informações distorcidas

Rocha lamentou que alguns deputados tenham divulgado informações distorcidas acerca do assunto. “Diferente do que alguns deputados andaram divulgado, não é verdade que a bancada federal tenha proposto a diminuição de recursos da saúde. Ora, se o orçamento para o ano de 2018 ainda nem foi aprovado, como é que pode ter havido diminuição de algo que ainda não existe efetivamente?, questionou.

 Articulação assegurou R$ 80 milhões/ano

O deputado destacou que graças a um eficiente trabalho de articulação realizada por ele, a partir de 2016 o Maranhão obteve um acréscimo de R$ 80 milhões nos recursos do teto financeiro que possibilitou a diversos municípios promoverem consideráveis melhorais nos atendimentos  da saúde. “Graças a esse trabalho Buriticupu; Presidente Dutra; São José de Ribamar, entre outros municípios e o governo do estado passaram a receber, desde o início de 2016, mais recursos para a Média e Alta Complexidade”, enfatizou Hildo Rocha.

Repasses diretos para prefeituras

De acordo com o parlamentar, os senadores recomendaram mudanças nos critérios de repasses de recursos da saúde para evitar que o governador penalize municípios governados por prefeitos que não rezam na cartilha comunista. “Muitos prefeitos enfrentam dificuldades porque o governo cortou repasses que eram fundamentais para a o funcionamento das unidades hospitalares municipais. Então, o que os senadores pensaram e disseram é que os recursos devem ser repassados direto do Ministério da Saúde para as prefeituras evitando assim o uso político eleitoreiro por parte do governo comunista que pensa apenas em forçar a adesão de apoiadores na tentativa de se reeleger na eleição do próximo ano”, declarou Rocha.

Desenvolvimento

O deputado destacou ainda o fortalecimento da Codevasf. “A partir do ano que vem a companhia irá atuar em praticamente todo o Estado beneficiando quase todos os municípios maranhenses”, disse o parlamentar.

A ampliação da área de atuação da Codevasf tornou-se realidade a partir de projeto que teve como autores os senadores Roberto Rocha e Benedito de Lira (PP/AL). “Tive a honra de ser um dos relatores desse projeto que coloca quase o Maranhão inteiro na área de abrangência da Codevasf”, comentou.

Rocha lembrou ainda que usando as prerrogativas de relator do setor de habitação, conseguiu fazer o governo recuar e rever o orçamento no que se refere a construção de casas populares abrindo assim a possibilidade de que o Maranhão venha a ser contemplado com aproximadamente 30 mil unidades habitacionais por meio do Programa Minha Casa Minha Vida.

Eleições no Cofen: Hildo Rocha diz que Manoel Neri “emprenhou” urnas

01 de novembro

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Federal, o deputado federal Hildo Rocha, disse que as eleições do Conselho Federal de Enfermagem foram contaminadas por irregularidades. “Antigamente, os fraudadores emprenhavam urnas. Mas, quem pensa que isso é coisa do passado está equivocado. Na eleição do Cofen a vitória do presidente Manoel Neri foi alcançada por meio desse artifício, as urnas foram emprenhadas digitalmente”, denunciou o parlamentar.

De acordo com Hildo Rocha a fraude não se limitou apenas às eleições do Conselho Federal. “Tenho em meu poder provas de irregularidades praticadas nas disputas dos conselhos regionais. Por meio de eleições fraudulentas nos Estados, o Sr. Manoel Neri conseguiu eleger somente candidatos que tinham o compromisso de perpetuá-lo no comando do Cofen. ”, afirmou o deputado.

Dinâmica da fraude

De acordo com Hildo Rocha, houve manipulação das urnas. “Há registros de inúmeros votos gerados no mesmo IP. Quando os profissionais iam votar recebiam mensagem informando que estes já haviam votado. Isso jamais poderia acontecer. É a prova maior de que houve fraudes”, argumentou o deputado.

Rocha disse que a fraude possibilitou a eleição de chapas completamente descompromissadas com as causas da categoria. “O objetivo era apenas garantir que os conselhos estaduais elegessem somente pessoas alinhadas com a diretoria do Conselho Federal. Isso gerou descontentamento e motivou os profissionais a denunciarem as irregularidades praticadas pelo presidente do Cofen”, frisou.

Escândalos

Rocha enfatizou que o presidente do Cofen é contumaz na prática de irregularidades. O parlamentar lembrou que o Cofen foi alvo de auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) que confirmou irregularidades na gestão do Sr. Manoel Neri. A investigação constatou irregularidades em diversos Conselhos estaduais, entre os quais o do Maranhão. “Como se não bastasse esse escândalo, agora o Sr. Manoel Neri volta a protagonizar outro vexame nacional”, lamentou o deputado.

Hildo Rocha diz que Maranhão perde turistas por incompetência do governador

31 de outubro

Durante Sessão Solene em homenagem do Dia mundial do Turismo, o deputado federal Hildo Rocha lamentou o péssimo desempenho do Maranhão no setor.  Segundo o parlamentar, infelizmente o estado está na contramão dos avanços que o Brasil vem alcançando em relação ao turismo nacional. “De acordo com dados da INFRAERO, ocorreu queda de 17,64% no movimento de turistas no Aeroporto de São Luís somente nos seis primeiros meses deste ano, o que veem trazendo sérios prejuízos para o comércio e setor hoteleiro”, destacou Hildo Rocha.

Trabalho destruído

Rocha lembrou que a então governadora Roseana Sarney dinamizou o setor turístico por meio do Plano de Desenvolvimento Integral do Turismo no Maranhão. O deputado ressaltou que o Maranhão possui um dos maiores potenciais turísticos do Brasil. “Além da capital, São Luís, com suas belas praias e o Centro Histórico, os Lençóis Maranhenses, a Chapada da Mesa, o Delta do Parnaíba existem tantas outras atrações para mostrar ao Brasil e o mundo. No entanto, apesar de todo esse potencial, o Governo do Estado não tem desenvolvido políticas para incrementar o turismo maranhense”, declarou.

O parlamentar lembrou que até mesmo obras estruturantes iniciadas pelo governo anterior foram abandonadas pela atual administração. “A transmetropolitana, via moderna de transito rodoviário, que ligaria a BR-135 diretamente as praias de São Luís, Ribamar e Raposa foram abandonadas pelo governador”, comentou.

Recursos assegurados

Rocha destacou ainda que os recursos adquiridos pela governadora, por meio de financiamento do BNDES, eram suficientes para fazer toda a obra que já deveria estar servindo para melhorar a mobilidade urbana. “O percurso da entrada de São Luís até a praia do Araçagi poderia ser feito em menos de 10 minutos.  Mas, a obra que se encontra em marcha lenta. O terminal do aeroporto de Barreirinhas, também já deveria estar pronto há mais de dois anos. Tudo isso causa prejuízos ao turismo do Maranhão”, afiançou o deputado.

Estatísticas

Rocha disse que o turismo mundial mobiliza 1,2 bilhão de viajantes por ano e gera receita cambial em torno de 1,2 trilhão de dólares. “O setor cresceu, no ano passado, quase o dobro da economia em geral, e constitui um mercado muito disputado, no qual cada país atua intensamente para aumentar sua participação. Cada estado da nossa federação pode buscar parte desses turistas”, frisou.

De acordo com o parlamentar, entre 2010 e 2015, o total de turistas internacionais aumentou em 26%. Nesse curto período, o Japão saltou de 8,6 para 19,7 milhões de turistas; a Tailândia praticamente dobrou o número de visitantes; a Arábia Saudita conseguiu um acréscimo de 65%, e o México, de 38%. “Provavelmente, esses países decidiram aumentar de forma maciça os investimentos em turismo, e já colhem os frutos mesmo em meio a uma época de crise mundial”, observou Rocha.

Ações eficientes

O deputado destacou os esforços do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, para fomentar o setor turístico brasileiro. “O trabalho desenvolvido pelo atual governo possibilitou que o setor atingisse recordes em 2016: 6,6 milhões de estrangeiros, um incremento de 4,8% de turistas internacionais em relação ao ano anterior. O movimento injetou na economia U$$ 6,2 bilhão, de acordo com dados divulgados recentemente pelo Banco Central do Brasil”, declarou Rocha.

“O turismo gera emprego e renda, estimula o desenvolvimento, promove a convivência entre os povos e dá boa resposta econômica mesmo em períodos de crise. É, portanto, uma atividade muito indicada para o Brasil, que dispõe de grandes atrativos naturais e pode se transformar, em prazo relativamente curto, num importante destino mundial”, sublinhou Hildo Rocha.

Emenda de Hildo Rocha assegura implantação de Centros de Convivência de Idosos em Estreito e Itapecuru-Mirim

30 de outubro

O deputado federal Hildo Rocha foi recebido em audiência pelo ministro do Desenvolvimento Social e Agrário. Osmar Terra confirmou que os recursos para a implantação do primeiro Centro de Convivência de Idosos da Região Tocantina, que será construído na cidade de Estreito, já estão empenhados. “Além da unidade de Estreito, o município de Itapecuru-Mirim também será beneficiado com a implantação de um Centro de Convivência de Idosos, com recursos de emenda parlamentar de minha autoria”, destacou Hildo Rocha.

Centros de Referência de Assistência Social (Cras)

Ainda durante o encontro, Rocha cobrou a liberação de recursos referentes ao co-financiamento do governo federal, para Centros de Referência de Assistência Social (Cras) instalados em diversos municípios maranhenses que não estão recebendo os repasses conforme previsto nos pactos firmados entre a união e os municípios.

Os Cras são portas de entrada da Assistência Social destinados ao atendimento prioritário de comunidades residentes em áreas de maior vulnerabilidade social. “Nesses locais são oferecidos serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade. A falta de repasses, por parte do governo federal, implica em despesas extras para os municípios e muitas prefeituras não têm condições de bancar o funcionamento dos Cras apenas com recursos próprios”, observou Hildo Rocha.

Comunidades quilombolas

A pedido do ex-vereador de São Luis, Fábio Câmara, que também participou da audiência, o deputado Hildo Rocha, apresentou pleitos referentes à produção agrícola e segurança alimentar de comunidades quilombolas do Maranhão.

Hildo Rocha denuncia irregularidades em obras financiadas pelo BNDES

27 de outubro

O deputado Hildo Rocha utilizou a tribuna da Câmara Federal para denunciar a morosidade de obras do governo do estado financiadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O parlamentar citou a pavimentação da MA-331 que liga a cidade de  Governador Luis Rocha à BR-135. O empreendimento, de acordo com o parlamentar, está em execução há cinco anos. Para o deputado a demora na conclusão dos serviços tem a finalidade de encarecer a obra e a facilitar o pagamento de propinas.

“A obra, com extensão de apenas 39 km, foi iniciada pela então governadora Roseana Sarney em 2013 que fez mais da metade da rodovia. Ficou faltando pavimentar pouco mais de 10 km e fazer duas pontes. Mas, ficou paralisada, mesmo tendo os recursos em conta para sua conclusão. Entretanto, durante os dois primeiros anos do governo de Flávio Dino nada foi feito. Essa paralisação é apenas para aumentar o custo do empreendimento, por meio de aditivos que depois são desviados para pagamento de propinas”, declarou Hildo Rocha.

O deputado disse que a população de Governador Luís Rocha já perdeu a esperança de que a obra seja concluída pelo governo comunista. “O sentimento que predomina é que a estrada deverá ser concluída pela sua idealizadora que é a Roseana Sarney, quando ela voltar a administrar o estado em 2019”, frisou o parlamentar.

“Recentemente o governador entregou duas escolas em Barra do Corda. Uma foi construída por Roseana Sarney, que deixou a obra em estado bem avançado e com dinheiro em caixa para sua conclusão. A outra escola é um empreendimento do Governo Federal, financiado com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), construída pela prefeitura. Dino apresentou-se como o realizador, como se tivesse feito as duas escolas”, comentou Rocha.

 O deputado ressaltou que internautas de Barra do Corda, indignados com a atitude do governador desafiaram Flávio Dino a provar que tenha contribuído com pelo menos um saco de cimento. “Mas, como sempre faz, ao ser confrontado com a realidade o comunista fugiu do debate”, disse Hildo Rocha.

Governador Xexéu

O deputado afirmou que a soberba do governador impede que ele reconheça que Roseana Sarney é a idealizadora das obras que Dino conclui e inaugura como se fosse ele o responsável pelas realizações. Segundo o deputado, a apropriação de obras do governo anterior e até mesmo de obras municipais, construídas com recursos do governo federal comprovam, o que diz o blogueiro Gildásio Brito que rebatizou o governador com o codinome de Xexéu numa alusão à ave que tem o hábito de se apossar de ninhos feitos por outras espécies.

Comissão aprova proposta de Hildo Rocha que beneficia municípios com royalties da mineração

26 de outubro

ARTICULAÇÃO: membro titular da Comissão mista, Hildo Rocha apresentou emenda que beneficiará vinte e três municípios maranhenses localizados no eixo da ferrovia Carajás.

A comissão mista que analisou a Medida Provisória 789/17, dos royalties da mineração, aprovou nesta quarta-feira (25) o relatório que define novos critérios para a distribuição de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais. A (CFEM) é cobrada das empresas mineradoras como forma de indenizar os estados por danos causados pelas atipicidades de extração mineral. Hildo Rocha, que é membro titular da comissão, conseguiu incluir no texto proposta que beneficia vinte e três municípios maranhenses que são impactados por atividades mineradoras.

“O Maranhão, que é cortado pela ferrovia por onde passa toda a produção de minério extraída em Carajás, no Estado do Pará, não recebe um centavo. Com a aprovação da nossa proposta, vinte e três municípios maranhenses passarão a ter participação na divisão de aproximadamente R$ 2 bilhões oriundos de royalties pagos pelas empresas que exploram atividades de mineração”, ressaltou Hildo Rocha.

O texto aprovado estabelece os seguintes percentuais na participação dos royalties da mineração que passam a ser distribuídos da seguinte forma: 60% para os municípios produtores; 20% para os estados produtores; e 10% para divisão entre órgãos de mineração e meio ambiente do Poder Executivo. Municípios não-produtores, mas impactados, 10%.

“Essa conquista foi alcançada graças ao apoio de colegas deputados e senadores. O relator, Marcos Pestana, foi sensível à causa dos municípios. Os prefeitos da região também tiveram papel fundamental no trabalho de convencimento dos colegas da comissão e assim, conseguimos a aprovação dessa importante proposta”, declarou Hildo Rocha.

Além de tratar da distribuição de royalties entre União, estados e municípios produtores e afetados, a MP 789 aumenta as alíquotas da compensação incidentes sobre a exploração de minerais como o ouro, o nióbio e o diamante. Rochas, areia e outros minerais usados na construção civil tiveram redução de alíquota. O setor representa 4% no Produto Interno Bruto (PIB) e emprega diretamente cerca de 200 mil pessoas.

 

Hildo Rocha entrega barco para fiscalização ambiental do Rio Itapecuru

25 de outubro

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Cantanhede recebeu, no último final de semana, uma embarcação que será utilizada nas atividades de fiscalização do Rio Itapecuru. O barco foi adquirido por meio de emenda individual do deputado federal Hildo Rocha.

O parlamentar lembrou que o secretário-adjunto de Esporte, Dicó, exerceu importante papel na articulação que resultou na aquisição do barco que foi doado para a Associação Comunitária de Cantanhede. “A entidade firmou parceria com a prefeitura para permitir que o instrumento possa ser utilizado por fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente”, explicou o deputado.

Rocha disse que agora os fiscais poderão trabalhar com mais eficiência. “A embarcação facilitará a fiscalização pois os servidores do município envolvidos nessa atividade terão mais condições de coibir a prática de atividades danosas ao meio ambiente que frequentemente ocorrem ao longo do Rio Itapecuru, nos limites territoriais do município”, explicou o deputado.

A entrega aconteceu em solenidade que teve a participação do prefeito Ruivo; da primeira dama, Leidiane Chaves; dos secretários, José Raimundo Lima (Meio Ambiente); César Cantanhede (Esporte); Dicó (adjunto de esportes); dos vereadores, Dênis Roberth (presidente da Câmara); Juarismar Santos; Josemary e Evangelhista.

Prestação de contas

O parlamentar aproveitou para citar outras ações realizadas recentemente em benefício da população cantanhedense: equipamentos para o Hospital Santa Filomena; recursos para a reforma do HSF; recursos para recuperação de estradas municipais e casas, no povoado Pataqueira, entre outras realizações. Hildo rocha anunciou ainda recursos para a construção de 04 barragens, na Zona Rural de Cantanhede, obras que irão contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida de quem vive da produção agrícola.

O prefeito destacou a atuação do deputado Hildo Rocha e agradeceu pelas valiosas conquistas alcançadas por meio de ações do parlamentar. “Centenas de municípios brasileiros passam por dificuldades. Em Cantanhede não é diferente, mas, estamos buscando alternativas para sairmos da crise. Sem a valiosa ajuda do deputado Hildo Rocha com certeza a situação estaria bem pior”, declarou Ruivo.

Página 2 de 8412345...102030...Última »
Categorias
CONECTE-SE
CADASTRE-SE

Cadastre-se e receba novidades do Hildo Rocha!

CONTATO

captcha